Salud

Saída de médicos cubanos expõe desigualdade na saúde do Brasil

Cuba ordenou no último dia 14 de novembro a retirada dos médicos que prestavam serviço no Brasil como reação a declarações do presidente eleito, Jair Bolsonaro, que qualificou os profissionais como "escravos" de uma "ditadura"

WhatsAppWhatsAppFacebookFacebookTwitterTwitterLinkedinlinkedin
FacebookTwitterlinkedin